... | translate | to | your | language | ...

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Eu queria mesmo era...




É constrangedor para um blogueiro estar com a idéia na cabeça e não saber passar da forma que gostaria. Sei que não sou lá um bom escritor e nem uso de artifícios linguísticos rebuscados ou muito menos de colocar alguns termos  mais difíceis para criar uma imagem de intelectual porque não sou. Penso que uma boa escrita, com clareza e de fácil interpretação já está de bom tamanho.

Enrolações à parte, hoje eu queria mesmo era estar bem longe...

Sabe, fazer uma viagem sem rumo, pegar um carro, de preferência uma caminhonete, e sair estrada afora, levando o necessário numa mala ou mochila e descobrindo lugares, pessoas, culturas diferentes... e por que não interessantes?

Com certeza eu seria um pouco mais feliz.

.
.
.

terça-feira, 25 de maio de 2010

Até quando esperar...?




Impo$to de Renda

INSS

IPI

ICMS

IPTU

IPVA

Seguro de carro, de moto, disso, daquilo outro...

Luz + taxa de iluminação pública (!)

Água + taxa de esgoto(!)

Telefone fixo e/ou móvel + assinatura + Internet + provedor de Internet + taxa de sms + etc + ...

Impostos nos alimentos, medicamentos, combustíveis, serviços, nos tranportes coletivos, em tudo  nas compras no supermercado, no pão de cada dia, na compra de um automóvel, de um bem qualquer móvel ou imóvel...

E alguns outros impostos que não me recordo, mas que pagamos...

PS: ainda temos que ter o troco pro assaltante senão a gente morre!


________________________________
Tá... todos sabemos disso.



Só que não me conformo e reclamo sim... 
Quero ganhar 25mil reais como os parlamentares, juízes e todos os envolvidos no meio com esses salários exorbitantes, que pra eles é normal. Claro, pra mim também seria normal ganhar uma grana dessa por mês.

Em alguns países, ao adquirir a nota fiscal, você sabe quanto você pagou pelo produto ou serviço e quanto você pagou de imposto que o governo vai receber.

Aqui não sabemos de nada, não nos informam nada. O impostômetro mostra valores surreais de impostos pagos por dia/mês/ano e o governo diz que não tem dinheiro suficiente.

É decepcionante ver como o poder corrompe quem entra no esquema e ainda tem a cara de pau de dizer que o salário mínimo é justo e que os excessivos impostos são necessários para o desenvolvimento do país.

Países financeiramente muito mais desenvolvidos que o nosso, que importam muitos produtos para atender as necessidades internas não roubam os bolsos dos trabalhadores com essa tonelada de tributos que pagamos por segundo.

O projeto ficha limpa consegui com muito custo a assinatura de 2 milhoes de pessoas para que o mesmo fosse votado e aprovado (ainda faltando a sansão do Presidente até o presente momento).

O mesmo grupo que fez o projeto ficha limpa crescer nacionalmente - ou outro com a mesma garra - poderia fazer um novo projeto de imposto único onde não pagaríamos mais do que 15% ou 20% em cima de tudo o que nós consumirmos. E ainda sendo notificado em cada nota fiscal do imposto que pagamos para termos controle do que vai para o comerciante e o que vai para o governo.

Utopia?  Por que não pensar numa saída ?

...

Moeda valorizada?  Pra quem fatura com os impostos, sim... é muito valorizada.

...

Até quando vamos continuar sendo roubados na cara de pau?

.
.

.

sábado, 22 de maio de 2010

É hoje sim!

.

 

É hoje sim... 

Há alguns aninhos atrás - nessa mesma data - eu entrava 
nesse mundo doido de competição, inveja e pessoas más...

Mas também encontrei gente boa, disposta a fazer diferente, 
conquistando pessoas, dando valor a palavra amizade e 
respeitando as diferenças de cada um.

Não somos 100% bonzinhos, nem 100% mauzinhos.

Somos o que queremos ser - ou tentamos, né!?
Fake ou não, é uma opção de cada um.

Hoje o dia é meu! Meu porque é especial para mim. 
Dentro das incertezas que o signo de gêmeos me dá, 
pelo menos uma certeza consigo ter: 
EU estou aqui e algum propósito EU tenho.

E a vida vai me dando oportunidades de 
descobrir que são vários...

Pois bem.

Que esse ciclo se renove e que a jornada continue!

.


.


.

PS I: Agradeço a todos os leitores do meu blog pelas visitas e comentários. 
Vocês são parte dele e não é só pra mim que o blog existe.

.

PS II: Este é meu post nº 100. Demorou mas cheguei lá!

.


.


.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Deixa...





Deixa ser
Deixa estar
Não quero ver, nem pensar

Tudo escuro, tudo incerto
Medos, sonhos... onde estão?
Fim do túnel? Fim da linha?

Por quê? Pra quê?
O sonho se desfaz...
Aqueles trapos ainda estão jogados no canto
Daquele sorriso só ficou a memória.

Tenho medo de tudo o que pode ser
Tenho clareza de que já não é mais
Vou ficar aqui nesse vazio
Brincando de ser o que nunca fui?

Não!

Senta aqui
Fica junto
Me aquece
Me faz companhia

Não sou nada, não tenho nada
Mas na simplicidade do meu nada
Posso oferecer tudo
Só me dê uma chance

Vem comigo
Não quero mais ficar sozinho.


.

.

.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Bom Senso







Tem horas que é chato... mas é necessário reclamar.
Ainda não cheguei no patamar de luxo de não depender mais de transporte coletivo, pois antes o mesmo fosse um serviço que eu pudesse elogiar. Entre o empurra-empurra, gente de todos os cheiros possíveis, a espera no ponto e tarifa acima da qualidade oferecida, duas coisas me chamam atenção e me incomodam muito: pessoas que jogam lixo pela janela e os "engraçadinhos" que ouvem música pelo auto-falante do celular.




Pessoas, pessoas, pessoas... Ninguém merece ouvir música dos outros em pleno transporte coletivo. E parece uma coisa, esse povo geralmente tem um mal gosto no sangue e nos obriga a ouvir os piores tipos de som que eles insistem em chamar de música. Agora me pergunto, para que 90% dos aparelhos móveis virem com fone de ouvido se essa classe não tem o mínimo de bom senso. Eu não sou obrigado a ouvir o que não quero, ainda mais dentro de um ônibus. 

PS: Se o clima aqui fosse ameno, eu adotaria a caminhada para muitos lugares. Mas não é.






Outra ação que acho completa falta de respeito e educação é de quem joga lixo pela janela, seja de carros de passeio, seja de ônibus. Não adianta fazer campanha de educação nas ruas, nos ônibus, nas escolas. Esse comportamento vem de casa, onde nasce toda a personalidade do indivíduo. É sempre assim. Tem que multar, tem que mexer no bolso pra que algo seja cumprido para se ter o mínimo de bom senso o que deveria ser ensinado desde cedo.

Agora não tem como multar os espaçosos que gostam que os outros ouçam o que eles querem. Pois se fosse... eu faria campanha para acabar com esse comportamento medíocre e depreciativo.


.

.

.

Informativo de dados

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

_______________Terra e Lua